Informativo II

Fazem dois meses que eu encerrei a atividade de traduções aqui. Não sei em que pé as negociações pra tradução oficial estão, porque eu realmente não estou controlando isso pessoalmente. Só estou cobrando o cara pra não esquecer de mim. Mas talvez vocês ainda estejam interessados no que eu esteja fazendo atualmente. Acho que vale a pena colocar as informações por aqui.

Primeiro, Flipside vai em um ritmo razoável. Já publiquei os capítulos 6 e 7 no Inominattus, estou listando os erros nos livros traduzidos da 4e: Livro do Jogador, Manual dos Monstros, e Guia do Mestre (Obrigado pelos presentes, Otávio), e minha campanha em Eberron está indo de vento em popa.

Além disso, acho que vocês já sabiam pela lista do Wakoopa ao lado, mas eu sou um jogador assíduo de  D&D Online: Stormreach Eberron Unlimited. Desde o dia 9 desse mês, ele se tornou um jogo gratuito, e com ele, a invasão de retardados mentais brasileiros se tornou previsível. Pra tentar reunir o pessoal, eu abri uma guilda no servidor Sarlona, com o nome Spellianos. Se alguém se interessar, nos encontre por lá. Meus personagens são Tenma Cyran e Mecanico.

E não, vocês demoraram demais pra ver a linha em branco no último post e acumular 20 pessoas. XD

Fim das postagens?

Sim. Depois de mais de dois anos traduzindo a Order of the Stick, ultrapassando a marca de 200 tirinhas, eu decidi interromper as traduções.

Da última vez que eu tentei manter três atribuições semanais por vez (oots, flipside, minha mesa de D&D), eu percebi que não consigo manter esse ritmo. Agora, como lançamento de Eberron, eu volto a ter vontade de narrar uma campanha neste cenário, e fui forçado a fazer uma escolha. Entre Flipside e OotS, não há dúvidas que eu, pessoalmente, gosto bem mais de OotS do que Flipside. Porém há  um fator que pesa bastante a favor de Maytag do que do Roy: Eu tenho autorização pra traduzir Flipside.

Na RPGcon, eu conversei sobre isso com algumas pessoas, e o Allefcapt da Spell  disse que ia tentar conversar com o Burlew pra ver se ele autoriza a tradução. Pessoalmente, eu acho difícil, porque o Burlew é bem retrancado com relação aos seus personagens, mas não custa nada tentar. E acho que interromper as traduções antes das negociações começarem é o mínimo que eu deveria fazer.

Então, meus esforços com a OotS vão se resumir apenas a preencher as tirinhas que ainda não tem “legendas” do arquivo. Não vou mais fazer traduções novas aqui até conseguir a autorização.

Por outro lado, pretendo dar uma agilizada em Flipside (que só faltam 16 capítulos pra alcançar o original), e quando terminar, pegar uma outra webcomic que seja boa e desconhecida, e que o autor é menos receoso de liberar a tradução. Talvez Goblins, Exiern ou Misfile. Ainda é cedo pra decidir.

E é isso pessoal. Agradeço a todo mundo que me acompanhou até aqui. Torçam pra negociação dar certo, e curtam os cinco primeiros capítulos de Flipside que já foram traduzidos.

Amplexos.

PS: Se esta postagem tiver comentários de 20 pessoas diferentes até segunda feira, eu termino pelo menos o arco dos ogros, até a 223

RPGcon 2009

Como já devem ter percebido, eu deixei ali na lateral o pôster da RPGcon, que acontece nesse final de semana. Hoje de noite euvou viajar pra Sampa, e vou ficar até domingo de noite. Vou ir nos dois dias do evento.

Pretendia colocar uma postagem nova hoje antes de viajar, só que chegou uma encomenda de mangás aqui terça feira, e não deu tempo de ficar no PC traduzindo. Como eu vou chegar em casa segunda de tarde, não teremos tirinha segunda cedo, como é de costume.

Quem for na RPGcon e quiser me encontrar, fique a vontade. Eu tenho quase dois metros de altura, sou gordo, e vou estar com uma jaqueta branca. Provavelmente com uma mochila nas costas, que vai conter On The Origins of the PCs e Start of Darkness, para amigos que quiserem ler, e leiam depressa.

Vejo vocês no evento. Aproveitem o fim de semana.

Se alguém achar isso, meu celular é 8821-6172